Entenda o que é assessment e como aplicá-lo na sua empresa!

Um profissional não consegue ser perfeitamente descrito apenas em um currículo. A partir dessa necessidade de conhecer melhor as competências e potencialidades que não são facilmente verificáveis pela sua formação técnica, surgiu o assessment.

No texto de hoje, vamos explicar o que é assessment, quais são os seus benefícios e como aplicá-lo na sua empresa. Confira!

O que é assessment?

Assessment é uma palavra de origem inglesa, que significa “avaliação”. Entretanto, o termo é empregado para descrever uma abordagem e um conjunto de técnicas para avaliar e conhecer melhor um determinado profissional.

Seu principal objetivo é corrigir e aprimorar a gestão dos colaboradores de uma empresa, por meio de diagnósticos completos a respeito de seus comportamentos e personalidades.

Como ele funciona?

Por meio do assessment e de seus métodos, o setor de gestão de pessoas pode ter um diagnóstico mais preciso a respeito das competências e potencialidades de seus colaboradores. O mesmo ocorre em relação aos pontos fracos e habilidades interpessoais que precisem de atenção.

Essa coleção de estratégias funciona revelando características normalmente indetectáveis por outros meios, como apenas a mera análise curricular. Dessa forma, o assessment visa desvendar aspectos importantes mas sutis sobre cada profissional, fornecendo informações valiosas para uma gestão eficiente.

Quais são os tipos de assessment?

Existem três tipos de assessment diferentes. A seguir, vamos apresentar cada um deles.

Assessment Pessoal

Nesse assessment, são avaliadas as questões ligadas às características intelectuais e de personalidade do profissional, verificando, além da questão técnica, se o colaborador está apto para desempenhar sua função.

Também pode ser usado para selecionar as pessoas mais aptas a ocuparem um cargo que exija determinadas funções complexas.

Assessment Cultural

Nesse tipo de abordagem, são considerados os traços culturais dos colaboradores, para que haja sincronia entre a cultura organizacional da empresa e as motivações pessoais de cada funcionário.

Assessment de Desempenho

O propósito desse tipo de assessment é reconhecer possíveis comportamentos dos profissionais que resultem em gargalos ou falhas na produtividade de um setor ou equipe.

Esse método pode ser difícil de aplicar apropriadamente, uma vez que existem diferenças pessoais de perspectiva. Ou seja, duas pessoas no mesmo cargo podem fazer avaliações de desempenho completamente divergentes.

Quais são os benefícios do assessment?

Ao entender que o assessment torna todo diagnóstico e avaliação dos profissionais mais precisa, fica claro que os benefícios são imensuráveis em todo o processo de gestão de pessoas.

Por meio dele, é possível, por exemplo, obter uma maior eficiência e assertividade em treinamentos, promoções e admissões de colaboradores.

Quais são as ferramentas necessárias para aplicá-lo em uma empresa?

Para implementar o assessment nas empresas, é preciso usar métodos de testes e avaliações que consigam coletar informações pertinentes. Para isso, são utilizadas ferramentas como o DISC, além de avaliações de inteligência emocional e de competências.

Como vimos, são vários os momentos em que uma empresa pode utilizar esse recurso, seja para obter um diagnóstico interno preciso ao selecionar o melhor colaborador para uma vaga de liderança, ou para aliviar uma situação crítica de alta taxa de rotatividade (turnover).

Por isso, agora que você já sabe o que é assessment e qual é a sua importância para procedimentos fundamentais, não perca mais tempo e aplique-o no seu negócio!

E então, este texto foi útil para você? Se deseja aprimorar o gerenciamento e a avaliação da sua equipe, entre em contato conosco e conheça melhor as nossas soluções.

Resultado de empresas com treinamentos corporativos

Os treinamentos corporativos são uma ótima forma de capacitar profissionais, mas muitas empresas ainda acreditam que não é necessário investir em um funcionário já qualificado.

Se você está se perguntando por que investir no aperfeiçoamento profissional dos funcionários, vamos conversar sobre as a importância de oferecer capacitação de profissionais.

 

Por que oferecer treinamentos corporativos?

Uma pesquisa demonstrou que as empresas investiram 21% a mais em treinamento de funcionários em 2017 e esse número só cresce.

Com um mercado cada vez mais competitivo, ter uma equipe bem preparada para o trabalho é essencial.

Além de ajudar sua empresa a se destacar no mercado, os treinamentos oferecem benefícios para seus colaboradores e otimizam o processo de gestão de pessoas.

Não podemos esquecer também que a atualização dos setores é constante e a inovação é peça-chave em qualquer negócio, por isso é preciso sempre aprimorar o capital humano.

 

Vantagens da capacitação de profissionais

A educação corporativa é indispensável no mercado atual e todo mundo sai ganhando com o investimento, já que os treinamentos trazem benefícios tanto para a empresa quanto para o colaborador.

Parte do processo de gestão de pessoas inclui focar no desenvolvimento do profissional contratado para que ele atenda às necessidades da empresa e contribua com a evolução da marca.

Confira as vantagens dos treinamentos corporativos:

1. Atração e retenção de talentos

Qual empresa não quer ter talentos em sua equipe, não é mesmo? Mas o famoso turnover está cada vez mais comum.

A capacitação de profissionais não só ajuda na motivação dos funcionários, como também contribui para a redução de custos com processos de recrutamento, diminuindo a rotatividade.

Além disso, os candidatos com certeza se interessam mais por uma empresa que oferece oportunidade de crescimento e se preocupa com seus colaboradores.

2. Otimização de processos e de tempo

Um funcionário que sabe executar uma tarefa levará menos tempo para finalizá-la e entregará um resultado com mais qualidade. Por isso, os treinamentos corporativos podem contribuir para aumentar a produtividade da sua equipe.

A gestão de pessoas tem como objetivo desenvolver o capital humano da sua empresa, que é uma importante peça para construir a imagem do seu negócio.

Quanto melhor preparados seus colaboradores, menos problemas você terá e mais chances de sucesso sua empresa encontrará.

3. Empresa mais competitiva

Como já comentamos, funcionários bem preparados contribuem para a evolução da empresa, tornando-a mais competitiva no mercado.

A educação corporativa é uma das principais medidas para que sua empresa ofereça um serviço qualificado ao cliente, essencial para que sua marca se destaque.

Um cliente que tem uma boa experiência, tem mais chances de voltar e de indicar o serviço para outras pessoas. Assim, a capacitação de profissionais pode ser vantajosa também para o marketing da empresa.

 

Consultoria de RH

Para te ajudar na gestão de pessoas, nada melhor do que uma consultoria de RH, não é mesmo?

O Grupo Socium é perfeito para isso! Profissionais especializados estão prontos para te indicar o melhor caminho e garantir a otimização do capital humano por meio dos melhores treinamentos corporativos.

Acesse o site para conhecer os treinamentos!

Você sabe como definir uma política de benefícios? Veja aqui!

Contar com uma boa política de benefícios é fundamental para uma empresa conseguir atrair, reter e motivar seus profissionais. As vantagens competitivas de adotar essa prática são inegáveis, mas é importante ressaltar que os benefícios costumam ser um dos custos financeiros mais altos das organizações.

Logo, é imprescindível que a política de benefícios implementada esteja de acordo com o objetivo da empresa, com seu orçamento disponível e, principalmente, com a demanda de seus colaboradores beneficiados.

Pensando nisso, abordaremos neste texto o que você precisa saber para definir uma política de benefícios de qualidade. Continue a leitura e confira!

O que é uma política de benefícios?

Essa política é constituída pela abordagem da empresa sobre os benefícios, pela forma que ela os valoriza e pela indicação de quais deles são oferecidos aos profissionais empregados. Portanto, diferentemente do que possa parecer à primeira vista, contar com uma boa política de benefícios vai muito além de apenas selecionar algumas vantagens e descontos para os colaboradores.

Qual a sua importância?

Atualmente, as pessoas não mais se interessam pelos cargos apenas em razão da remuneração principal, o salário. Quando um profissional considera mudar de empresa ou se candidatar a um cargo novo, ele analisa vários fatores para calcular sua remuneração final e o real retorno que terá ao trabalhar para a empresa.

Portanto, os benefícios influenciam diretamente os aspectos que fazem parte das bases de qualquer gestão de pessoas eficiente, como atrair novos talentos, evitar rotatividade (turnover), motivar colaboradores etc.

Isso ocorre porque a política de benefícios afeta diretamente a relação entre o profissional e a empresa, bem como a forma pela qual a pessoa se empenha e se compromete com o desenvolvimento do trabalho.

Como construir uma política de benefícios na empresa?

É fundamental que a organização gaste seus recursos com benefícios alinhados aos interesses da empresa. Portanto, já ter em mente o objetivo (como atrair talentos ou diminuir turnover) da política de benefícios ao definir um orçamento é determinante para a sua eficiência.

A partir daí, é importante considerar minuciosamente o perfil da empresa, sua cultura, os benefícios oferecidos pelos concorrentes e as estratégias que serão realmente satisfatórias para os colaboradores. Como visto, não é uma tarefa nada fácil, mas é crucial que ela seja realizada adequadamente.

Quais são os benefícios obrigatórios?

De acordo com a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), o FGTS, o vale-transporte, o décimo terceiro salário e as férias são obrigatórios. Também existem benefícios que se tornaram obrigatórios para categorias específicas a partir de Convenções Coletivas do Trabalho.

Todos os outros benefícios são opcionais, como:

  • plano de saúde e odontológico;

  • bolsas para formação;

  • vale-refeição e alimentação;

  • descontos e convênios com parceiros;

Valorizar o colaborador é deixar claro para ele que a empresa reconhece seu papel e sua importância, o que reflete diretamente em seu desempenho e comprometimento.

Como vimos, implantar uma política de benefícios apropriada em uma empresa pode ser uma tarefa muito difícil, mas é extremamente importante. Para isso, é recomendado que a organização busque consultorias e serviços especializados para aprimorar sua gestão de pessoas.

Gostou do artigo sobre política de benefícios e não quer perder nenhuma publicação futura sobre gestão de pessoas? Assine nossa newsletter e receba novidades diretamente em sua caixa de entrada!

Transparência empresarial. Como implantar na sua empresa?

 

Quando se pensa em como implantar a transparência empresarial em um negócio, muitas dúvidas podem surgir, já que quando se fala em gestão empresarial, desafios são comuns de aparecerem. Mas uma análise de perfil comportamental é um dos passos para o sucesso desta implementação.

 

Benefícios da transparência empresarial

As organizações empresariais na atualidade estão com um desafio pra lá de sério: construir uma imagem de transparência, de uma empresa ética, com princípios sólidos e focando no trabalho com base na honestidade e idoneidade.

Entre os benefícios da transparência empresarial estão:

  • Clareza nos processos
  • Coerência nas decisões
  • Credibilidade perante o público

Esses benefícios devem ser pautados por uma análise de perfil comportamental, já que todos os envolvidos devem estar engajados com esse avanço na gestão empresarial, assumindo o compromisso de expor ao público tanto os dados positivos quanto negativos da empresa.

Saiba mais sobre competências técnicas e comportamentais aqui.

Isso passa para as pessoas uma imagem de que a empresa está comprometida, já que não mostra apenas dados animadores, mas também problemas com a solução pendente, metas que não foram alcançadas e indicadores financeiros não tão positivos assim.

 

Como implantar transparência empresarial

Até pouco tempo atrás, essas medidas de transparência eram apenas ideias, porém no cenário econômico atual ela vem ganhando cada vez mais força na gestão empresarial.

Para implantar a transparência empresarial em sua instituição, deve-se ter em mente em primeiro lugar que essas medidas devem ser graduais, não ocorrem de maneira instantânea. Além disso, elas precisam ser constantemente revistas e aprimoradas, de forma a garantir à empresa proteção quanto a mudança de cenário econômico ou mesmo transformações internas.

Foque em implantar transparência empresarial pautada por uma análise de perfil comportamental, a fim de incorporar essas medidas aos setores de:

  • Controle interno
  • Análise e avaliação de riscos
  • Recursos humanos

Essas medidas devem ser efetivas, sempre focando em reconhecer as falhas ou possíveis fragilidades nos processos da gestão empresarial, com vista à percepção de melhorias e com criação de metas futuras de crescimento da instituição.

 

Implantando a transparência empresarial com medidas simples

Com essas medidas abaixo, aliadas à análise de perfil comportamental, sua empresa pode renovar seus conceitos de gestão empresarial transparente!

  • Crie um código de conduta da sua empresa, valorizando conceitos de respeito e integridade
  • Ofereça canais de comunicação, seja para elogios ou denúncias
  • Promova auditorias éticas na empresa
  • Avalie periodicamente o desempenho dos funcionários e também do clima organizacional
  • Proporcione momentos de troca de opiniões e sugestões a fim de saber por seus colaboradores o que deve ser mantido e o que não está tão bom assim
  • Procure envolver todos nos conceitos de transparência empresarial que está sendo implementado, desde funcionários, até fornecedores, parceiros e obviamente, seus clientes

Em pouco tempo você já perceberá a diferença e os benefícios da transparência empresarial na sua instituição.

Com propósitos bem pensados e pautados pela ética, sua empresa só tem a ganhar. E se precisar de uma parceira para lhe auxiliar a implantar a transparência na sua gestão empresarial, a Socium Gestão de Pessoas estará lhe esperando!

Entre em contato conosco!

Saiba como fazer o feedback com os funcionários corretamente

Um das ferramentas de desenvolvimento mais importantes na carreira de um profissional é o feedback, pois é através deste processo que ele entende mais sobre o seu desempenho e o que a empresa espera dele.

No departamento de recursos humanos este já é processo corriqueiro, mas nem sempre simples, pois ele lida com diferentes tipos de pessoas mas muito necessário visto que quando não é realizado pode afetar o bom andamento das atividades da empresa e o clima organizacional do ambiente.

É possível tomar algumas medidas para simplificar este momento e, como forma de ajudar você que é profissional de RH e precisa utilizar esta ferramenta em suas tarefas diárias, este artigo reúne dicas de como fazer o feedback da maneira correta e torná-lo em um processo muito mais simples e fácil.

O que é feedback?

O feedback nada mais é que um momento de devolutiva ao funcionário sobre o seu desempenho, conduta e resultados até aquele momento, podendo este ser escrito ou oral em uma pequena reunião.

Atualmente algumas empresas usam até mesmo o Whatsapp para isso, já que ele já se tornou uma ferramenta no dia a dia de trabalho de muitas organizações.

Ainda há uma resistência muito grande por parte de alguns colaboradores que não entendem completamente o que é feedback e qual o seu objetivo, muito menos a importância da realização deste processo para toda a organização. Isso porque acreditam que este momento seja de broncas do chefe, queixas e lições de moral, por esses motivos o departamento de RH precisa sempre buscar maneiras de tornar o feedback em algo mais simples e leve para acabar com esta má impressão dos funcionários.

Importância do feedback

Quando o feedback para funcionários é bem-sucedido, ele auxilia no bom andamento das atividades tanto do funcionário quanto de toda a empresa.

Essa que é uma das maiores estratégias de motivação do funcionário e de avaliação comportamental pode trazer vantagens tanto para o colaborador quanto para a empresa, como:

A importância do feedback se torna nítida quando esses e outros benefícios são contemplados após a realização deste processo, pois o colaborador passa a se sentir mais valorizado pela empresa e com isso se sente mais engajado a trabalhar para a mesma, contribuindo para a mudança até mesmo de todo um setor!

Como fazer o feedback?

A forma de conduzir um feedback para funcionários de forma a obter sucesso e deixá-lo tranquilo depende bastante de você. Abaixo listamos algumas dicas que são infalíveis para tornar o processo mais fácil.

  • Prepare-se e escreva um roteiro do que será tratado
  • Quebre o gelo com o colaborador, pois se falar de assuntos profissionais logo de cara pode perdê-lo
  • Seja transparente quanto aos assuntos que serão tratados
  • Comece citando os pontos fortes do colaborador
  • Cite os pontos a melhorar
  • Logo após apresente um plano de ação que contribuirá para melhorar aquilo que foi observado, seja um treinamento ou outro procedimento.

Agora que você já sabe como fazer o feedback e qual a importância deste processo para a empresa, acesse o nosso site para saber como podemos te ajudar neste aspecto!

Porque treinar seus colaboradores?

Uma equipe bem treinada e capacitada é muito importante no momento de superar os desafios diários da empresa e é nisso que o departamento de Treinamento e Desenvolvimento deve pensar!

A influência dos rendimentos dos funcionários impacta diretamente em todo o andamento da empresa e ditam o sucesso ou fracasso da corporação.

Para manter o time alinhado às metas da empresa é preciso conservar o seu conhecimento vivo e isso só é possível por meio de treinamentos.

É inquestionável que treinar sua equipe pode gerar benefícios importantes não só para o colaborador quanto para toda a empresa provocando uma nítida mudança na produtividade e comportamento.

Você como profissional de RH já possui o hábito de treinar a sua equipe? Se não, saiba que está perdendo tempo e oportunidade de ter resultados bem melhores para a empresa.

 

Razões para treinar sua equipe

Confira abaixo 5 razões para treinar a sua equipe e os benefícios que cada uma delas traz para a empresa!

 

1. Economia de custos

E se eu disser que treinar sua equipe é fazer economia, você acreditaria?

Um dos benefícios de investir em treinamento é que minimiza as possibilidades de rotatividade, já que contratações tendem a ser mais caras que uma capacitação e o processo de desligamento de um funcionário também gera grandes custos.

Outra vantagem importante é a diminuição do retrabalho para resolver possíveis erros no serviço que acabam gerando mais custos que o previsto e consumindo mais tempo que o necessário, um funcionário treinado estará mais capacitado a exercer aquela função e não cometer estes erros.

 

2. Aumento da qualidade dos serviços

Uma das razões para treinar sua equipe está nos excelentes resultados que ela traz para a empresa.

Com as habilidades potencializadas se torna muita mais fácil e rápido exercer as funções com excelência pois um colaborador treinado em suas competências técnicas e comportamentais além de ser tornar mais apto a realizar determinadas atividades sente-se também mais engajado a trabalhar por uma empresa que se preocupa com sua carreira profissional.

 

3. Motivação da equipe

Mais um elemento que colabora para decisão de porque treinar os colaboradores é a motivação que traz para toda a equipe.

Ao ser treinado o colaborador percebe a preocupação que a empresa demonstra com sua carreira além de ficar satisfeito com a melhora dos próprios resultados e as possíveis recompensas que isto pode trazer.

Esse engajamento é transmitido e pode servir até mesmo como motivação para novas pessoas e setores!

 

4. Diminui a necessidade de supervisão constante

Uma das grandes vantagens do treinamento e desenvolvimento está na diminuição de supervisão constante para o serviço dos funcionários, pois eles estarão muito mais confiante gerando autonomia para o seu trabalho!

 

5. Vantagem competitiva

Com certeza até este item você já percebeu os benefícios de investir em treinamento para sua equipe, e um dos mais importantes é a vantagem competitiva que proporciona para a empresa.

Isso a partir do treinamento e desenvolvimento dos funcionários, estes passam a ter um melhor relacionamento com os clientes, ser mais criativos e ter ideias inovadoras, se tornam mais rápidos na resolução de problemas, entregam produtos de maior qualidade para os clientes, entre outros.

Agora que você já sabe porque treinar os colaboradores da sua empresa, acesse o site do Grupo Socium e encontre muito mais materiais e dicas sobre o RH estratégico e capacitação de funcionários!

 

Como reduzir o turnover na empresa?

Demissões e contratações são comuns em qualquer empresa, mas é preciso se preocupar quando o nível de rotatividade de colaboradores está alto.

Essa rotatividade é chamada de turnover e merece uma atenção especial da equipe de RH para que não gere custos adicionais elevados para a companhia. E você, sabe como reduzir o turnover na empresa?

 

O que é turnover?

O turnover é o índice de rotatividade de colaboradores na sua empresa. É um dos indicadores mais importantes para que o setor de RH possa avaliar a gestão de desempenho da companhia e planejar estratégias direcionadas à retenção de talentos.

Infelizmente, a rotatividade no mercado de trabalho se mantém elevada no Brasil. Esse é mais um motivo para se preocupar com o índice de turnover da sua empresa e tomar atitudes para identificar o que pode ser melhorado.

Algumas causas principais da rotatividade de colabores são os altos índices de oportunidades oferecidas pela concorrência e o recrutamento de funcionários que não se encaixam no perfil da empresa ou da vaga oferecida.

 

Como reduzir o turnover na empresa?

Comentamos algumas causas, mas você sabe como reduzir o turnover na empresa?

Acredite, não é tão difícil quanto parece. A sua companhia pode tomar algumas atitudes simples para aumentar a motivação no trabalho, conquistar os colaboradores e conseguir a tão sonhada retenção de talentos.

Olha só essas dicas de como reduzir o turnover na empresa:

 

1. Contrate a pessoa certa

O primeiro passo de como reduzir o turnover na empresa é planejar um processo seletivo que resulte em contratações assertivas.

Você precisa saber como contratar a pessoa certa para a vaga certa. Isso diminui os custos de recrutamento e seleção e contribui para a redução do índice de turnover da sua empresa.

Uma boa dica para acertar na hora de selecionar um novo colaborador é utilizar a análise de perfil comportamental nas entrevistas.

Com um simples teste, você consegue identificar características comportamentais do profissional, assim você conhecerá melhor os candidatos e poderá fazer uma escolha mais assertiva.

 

2. Estimule os colaboradores

Uma boa gestão de pessoas inclui estratégias para manter os colaboradores motivados. Por isso, faça o acompanhamento dos funcionários, ofereça benefícios, reconheça os trabalhos bem realizados e ofereça treinamentos corporativos.

Além de ajudar na retenção de talentos e diminuir a rotatividade de colaboradores, essas medidas farão com que você tenha uma equipe mais qualificada e melhor preparada para lidar com o trabalho.

 

3. Faça uma boa gestão de desempenho

Uma boa gestão de desempenho é fundamental para reduzir o índice de turnover da sua empresa, assim como para garantir a retenção de talentos.

A gestão de desempenho nada mais é do que engajar seus colaboradores, estimulando a coletividade. Esse modelo permite melhorar o relacionamento entre funcionários, contribuindo para um ambiente de trabalho agradável.

 

Contrate uma consultoria de RH!

Cuidar da gestão de desempenho e do índice de turnover de uma empresa pode ser difícil e por isso o Grupo Socium oferece a melhor consultoria de RH!

Orientamos e traçamos junto com a equipe de RH as melhores estratégias para tornar os processos ágeis e precisos, inclusive a redução de turnover.

Confira nossos serviços no site!

Retenção de talentos: como usar os treinamentos como estratégia

Como os treinamentos ajudam na retenção de talentos?

Com um mercado cada vez mais concorrido, encontrar talentos é uma tarefa complicada. Você precisa encontrar um profissional capacitado, que se encaixe no perfil da empresa e saiba executar suas atividades, contribuindo para o crescimento da empresa.

Por isso, o setor de RH deve dar uma atenção especial na hora da atração e retenção de talentos. Mas como fazer isso?

O primeiro passo é traçar ações para que a empresa melhore seu processo seletivo, conseguindo resultados mais assertivos na contratação de colaboradores.

Depois de contratados, é importante acompanhar o desenvolvimento desses funcionários, investindo na otimização da equipe e na estratégia de retenção de talento.

 

Vantagens do treinamento para funcionários

Não precisamos dizer que quanto mais motivados estiverem os funcionários, melhores serão seus rendimentos e contribuições para a empresa, não é mesmo?

Uma das grandes vantagens dos treinamentos corporativos é que eles contribuem para aumentar o engajamento dos colaboradores. Isso vale não só para a retenção de talentos, mas também para atrair talentos para a sua empresa.

Com certeza um candidato dará prioridade a uma companhia que demonstra preocupação com os funcionários e investe na capacitação deles.

Separamos outras vantagens dessa estratégia para retenção de talentos:

1. Produtividade

Os treinamentos corporativos não só deixarão a equipe mais preparada, como também fará o colaborador se sentir valorizado pelo empregador. Como consequência, o profissional tende a preferir continuar sua carreira na empresa.

Saiba escolher os treinamentos corretos para cada perfil comportamental, assim você terá talentos ainda mais qualificados.

2. Capacitação

O maior objetivo de um treinamento para funcionários é capacitá-los, qualificá-los para que desenvolvam suas atividades com mais assertividade e rapidez.

Além de trazer credibilidade ao profissional, essa capacitação contribui muito para o crescimento da empresa. Isso também melhora a cultura organizacional da companhia.

3. Redução de custo

Utilizar o treinamento para funcionários como estratégia para retenção de talentos é uma ótima forma de economizar o dinheiro da sua empresa.

O processo de atração e retenção de talentos será muito mais simples com profissionais motivados. Além de atrair a atenção de novos candidatos automaticamente, o oferecimento de treinamento para funcionários diminuirá o turnover da sua empresa.

Consequentemente, você gastará menos com processos seletivos e também com demissões.

Quais treinamentos oferecer?

O primeiro passo para saber qual treinamento oferecer é conhecer o perfil comportamental dos seus colaboradores. Isso ajudará na atração e retenção de talentos.

Aqui, no Grupo Socium, temos uma variedade de treinamentos corporativos para a sua empresa! Oferecemos consultoria de RH e te orientamos sobre a melhor estratégia para retenção de talentos de acordo com o perfil da sua companhia. Tudo para facilitar e aprimorar a sua gestão de pessoas!

Acesse o site para conhecer nossos serviços!

Saiba como criar um budget de recursos humanos!

Muitos profissionais de RH sabem que uma das dificuldades mais comuns em trabalhar na área é em relação aos recursos disponíveis para o setor, principalmente quando o assunto é orçamento.

Isso porque o budget de Recursos Humanos é um dos mais negligenciados dentro das empresas, o que acarreta prejuízos para vários procedimentos vitais para a saúde e crescimento do negócio.

Para saber como definir esse valor corretamente, continue a leitura!

O que é budget de recursos humanos?

Basicamente, o budget, ou orçamento, é o valor financeiro total que a empresa destina para que o RH realize todos os seus procedimentos, por um período determinado. Portanto, todos os custos de contratação, desligamentos, salários, encargos trabalhistas, entre outros, são quitados a partir desse montante especificado para o departamento.

Assim, é de extrema importância que a definição do budget de recursos humanos seja realizada de maneira adequada e eficiente. Para isso, é fundamental considerar alguns fatores que influenciam nesse processo.  

O que considerar ao definir o budget de recursos humanos?

Antes de concentrar na criação do orçamento seguinte, é essencial certificar-se de que os recursos já estão sendo utilizados de maneira adequada. Ou seja: que não há maneira mais eficiente de realizar os procedimentos com a renda disponibilizada.

Uma das principais soluções para melhorar a situação do orçamento de RH é otimizar o aproveitamento do budget ao reduzir custos.

Otimize o orçamento

Uma das maneiras mais tradicionais de reduzir custos para o RH é terceirizando serviços que não precisam ser realizados por funcionários da própria empresa, como de limpeza e segurança. Ademais, existem maneiras de evitar gastos com horas extras desnecessárias, como adotar um sistema de banco de horas.

Defina indicadores

Todo processo de gestão bem-sucedido passa por etapas, nas quais, o importante é diagnosticar um cenário e fornecer dados relevantes para a criação de soluções eficientes. Dessa forma, é fundamental que haja o uso de indicadores que possam ser interpretados e auxiliem na resolução do budget.

A melhor forma de usar indicadores é se certificando de que eles apontam informações importantes para o diagnóstico do setor, no caso do orçamento é importante estar atento a indicadores, como:

  • número de colaboradores;
  • taxa de turnover;
  • taxa de absenteísmo;
  • gastos com a folha de pagamento.

Projete possíveis cenários

Todo orçamento está vulnerável a não conseguir contornar desafios que possam aparecer e que não estavam previstos. Uma das formas de lidar com essa questão é por meio da redefinição do budget periodicamente, chamado de forecast. Entretanto, uma maneira de solucionar essa imprevisibilidade é utilizando cenários e situações hipotéticas, que possam auxiliar na criação do budget de recursos humanos para atender as necessidades reais do setor.

Definir o orçamento de uma das áreas mais importantes de uma empresa não é uma tarefa fácil. Além disso, infelizmente é comum, ainda, existir uma distância entre o planejamento estratégico do negócio e o RH, o que torna ainda mais complicado a resolução do orçamento.

Com o uso de indicadores adequados e métodos para otimizar a utilização dos recursos, é possível converter adversidades em crescimento constante, para a empresa e para o budget de Recursos Humanos.

Agora, você já sabe o que precisa para definir um orçamento para o RH. Você tem alguma dica ou sugestão? Comente abaixo e participe!